Block B perde em processo contra a Stardom Ent. e anuncia que não mais trabalhará com a agência

Block-B-bbc-block-b-fan-club-32638659-2048-1365

Em janeiro deste ano o Block B iniciou uma batalha judicial contra sua agência, a Stardom Entertainment, alegando que seus pagamentos não estavam sendo devidamente feitos desde abril de 2011. O grupo reclamava também da omissão de lucros e do desaparecimento de dinheiro arrecadado dos membros.

Hoje a corte, no entanto, dispensou o caso alegando que as evidências são insuficientes para que uma decisão seja tomada. “Com as evidências apresentadas até o momento fica difícil comprovar que a agência propositalmente deixou de pagar ao Block B. É difícil comprovar que a agência não providenciou estadia adequada como estúdios e dormitórios ao seus integrantes e difícil dizer que não ofereceram orientação e conhecimento. Baseado nos registros em escrito, não se pode dizer que a Stardom Entertainment violou suas obrigações em gestão.”

“Há uma possibilidade de que os ₩ 430 milhões (R$ 817 mil) em renda musical e os ₩ 5 milhões (R$ 9 mil) em eventos não tenham sido bem administrados. No entanto, com base na evidência apresentada, não se pode dizer que este dinheiro foi omitido dos membros de propósito,” continua a corte.

Diante da decisão, o Block B então veio a público anunciar que não pretende voltar a trabalhar com a Stardom Entertainment.

“Primeiramente, queremos dizer que sentimos muito aos fãs que nos amam e nos dão apoio. A corte fez sua decisão mesmo aceitando que parte do dinheiro estava faltando. Acreditamos que seja porque queiram que sigamos a decisão final após as batalhas adicionadas ao processo original. Mesmo com evidência apresentada sobre o contrato de gestão em Bauhaus, no Japão, a corte erroneamente determinou que é difícil dizer se violaram suas obrigações porque o contrato não foi apresentado. Há outras decisões que não conseguimos aceitar. Como quando disseram que direitos autorais pagos em adiantamento pela LOEN Entertainment não podem ser considerados como lucro que deveria ser repassado aos membros. Sendo assim, vamos, com paciência, lutar pelo processo original e confirmar a legitimidade da anulação de contrato. Vamos exigir responsabilidade da Stardom Entertainment na violação de suas obrigações em gestão. A corte, ainda, disse que ‘o Block B passou pelo processo enquanto promovia de forma independente, então há uma possibilidade de que essas promoções serão analisadas mais tarde.’ Isso, porque se somos bloqueados de promover dessa forma, seria uma violação do nosso direito de liberdade de ação. Não temos intenções de trabalhar com a Stardom Entertainment novamente e por isso estamos preparando promoções independentes. Se a legimitidade da anulação de contrato não for comprovada no caso original, então vamos assumir as responsabilidades pelos danos gerados. Mais uma vez, pedimos desculpas por causar preocupação aos nossos fãs. Vamos retribuir o carinho e o suporte mostrado a nós.”

Créditos: Kbox